Lançamento do catálogo da exposição “Rugendas, um cronista viajante”

Apresentada na CAIXA Cultural Rio de Janeiro, entre 27 de janeiro a 11 de março, a exposição Rugendas, um cronista viajante acaba de ganhar catálogo. O lançamento ocorreu no dia 9 de março, com sessão de autógrafos e visita guiada por Angela Ancora da Luz, responsável pela curadoria da mostra. O catálogo pode ser lido também em versão digital (clique aqui).

A exposição trouxe a público 50 obras do pintor, desenhista, ilustrador, aquarelista e litógrafo alemão Johann Moritz Rugendas (1802-1858), um dos mais conhecidos artistas viajantes e que, ao lado do francês Jean Baptiste Debret, foi responsável pela divulgação das primeiras imagens do Brasil no exterior. Rugendas retratou o país durante os anos de 1820, dando ênfase à exuberância da natureza e aos costumes do povo.

Segundo Angela Ancora da Luz, a importância de se revisitar as obras de Rugendas se dá pela oportunidade de um encontro com o documentarista, que é um dos principais ilustradores do Novo Mundo.

— Ele que, possivelmente foi impactado pela natureza exuberante e pela luminosidade de lenta acomodação aos olhos de um europeu, quando participou da Expedição Langsdorff, retorna a partir de suas obras — comenta Angela. — A exposição objetiva apresentá-las com o olhar de hoje, comprovando que a arte se recria a cada novo olhar, e que nesta dinâmica ela terá sempre propostas e observações atuais a nos acrescentar, como as que serão apresentadas.

A exposição apresentou um panorama com desenhos, aquarelas, litografias e pinturas, divididos em três núcleos: Olhar a terra, com paisagens do Rio de Janeiro, São Paulo e Minas; Olhar o homem, na qual apresenta cenas da vida cotidiana da população brasileira; e Plantas da terra, que traz estudos da fauna e flora brasileira. Entre as obras reunidas, estavam presentes 36 originais do famoso álbum Viagem pitoresca através do Brasil, considerado um dos mais importantes documentos iconográficos sobre o Brasil do século XIX.

>>> Clique aqui para ler a versão digital e/ou fazer o download do catálogo

 

 

Leave a Reply