Palestra “Obra pública e monumental de Portinari: afrescos e painéis” de Percival Tirapeli

 

Retomando os cursos Olhar a Arte da Casa Ranzini, esta palestra de Percival Tirapeli, toda ilustrada, traz aspectos inéditos de sua mais recente pesquisa, desta vez sobre o artista de projeção internacional, filho de imigrantes italianos, Candido Portinari. Na década de 30 Portinari iniciaria a pintura que o consagraria mundialmente, com a tela O Café; e em seguida sua obra monumental do Ministério da Educação no Rio de Janeiro. São 18 grandes afrescos representando os ciclos econômicos. Em 1941 realiza em Washington, para a Fundação Hispânica, os afrescos Catequese, Descobrimento, Mineração e Desbravamento O grande artista não para e na década seguinte inicia os painéis dos ciclos históricos, Chegada de D. João VI na Bahia, Primeira Missa, Tiradentes, retornando ao Ciclo do Café e finalmente Guerra e Paz já no final dos anos 50.

Em 2015 os grandes painéis Guerra e Paz de Portinari vieram dos EUA e foram restaurados no Rio de Janeiro, graças aos esforços do Projeto Portinari e de João Candido Portinari. Assim o público brasileiro pôde finalmente admirar a maior obra deste artista. Sua obra é monumental a dominar o cenário artístico sul-americano durante duas décadas até após a II Guerra Mundial. Seus críticos apontam o interesse pelo tema da brasilidade, do nacionalismo, mesmo quando flerta com o muralismo mexicano e as pinceladas de Picasso.

Nesta surpreendente palestra, dividida em duas partes com intervalo, aspectos pouco conhecidos dos referenciais e das técnicas de Portinari serão comentados por Tirapeli, artista plástico, pesquisador em História da Arte e professor titular em artes visuais na UNESP – Universidade Estadual Paulista.

 

Quando:

Sábado, 27 de abril, das 10h às 13h

 

Onde:

Casa Ranzini (Rua Santa Luzia, 31, Liberdade, SP)

http://casaranzini.blogspot.com/

Leave a Reply