Em 1949, a Associação Brasileira de Críticos de Arte era criada e incorporava-se ao panorama internacional de debates sobre a urgência de renovado diálogo entre povos e culturas. Desde sua fundação no ambiente pós-guerra, seu compromisso com a defesa dos princípios da crítica de arte como análise dos fatos e das circunstâncias determinou sua consciente postura ética.

Os projetos realizados pela associação destacaram-se especialmente após uma década de ações, em 1959, ano da organização e materialização do Congresso Internacional Extraordinário de Críticos de Arte realizado em Brasília, São Paulo e Rio de Janeiro sob a coordenação do crítico Mário Pedrosa, em uma iniciativa de permanente diálogo com a AICA.

Assim mencionados, os dois acontecimentos basilares constituem firme e sólido lugar de reflexão para que no decorrer de 2019 – ano em que a ABCA completa 70 anos e que o congresso de 1959 celebra seus 60 anos – tenhamos em mente planos, ações e intercâmbios que comemorem décadas de trabalho da mais antiga associação de críticos de arte do país.

Diretoria ABCA

Leave a Reply