Pindoramalidades é uma exposição virtual de arte digital e as suas obras são inspiradas na pintura corporal indígena – portanto, um tributo que Leo Fonteviva faz aos povos nativos do Brasil. Essa mostra de arte contemporânea, lançada no dia 05 de Dezembro de 2019 no site www.pindoramalidades.art.br, perdurará por todo o ano de 2020. Por ser on line, estará disponível para visualização 24 horas por dia em smartfone, tablet ou desktop (notebook/PC).

Muito antes dos portugueses começarem a chamar estas terras de Brasil, os nativos daqui, o povo indígena, a chamavam de Pindorama – que em Tupi significa terra/lugar/região das palmeiras*. Pindoramalidades são as características ou particularidades dos pindoramenses. A pintura no corpo é de grande importância para as diversas etnias indígenas, indo muito além de adornos, porque ela é indicativo de função social na aldeia e representa os diversos ritos e cerimônias desses povos.

Utilizando o grafismo geométrico e diversas paletas de cores, Leo Fonteviva se inspirou em alguns elementos da pintura corporal dessas nações, para compor as suas obras digitais. Sem nenhuma pretensão de fazer releituras ou de se apropriar do tema, o artista tem somente uma referência para sua expressão pictórica. A única pretensão nesta homenagem, é tentar levar um pouco de cor para esses povos, que a cada dia que passa, têm as suas “cores” cada vez mais desbotadas pelo sistema do colonizador!

 

Sobre Leo Fonteviva

Com uma linguagem artística própria, Leo Fonteviva busca em suas composições harmonia entre cores, traços e volumes, cultivando a beleza e a simplicidade, proporcionando bem estar. Nascido em Salvador, na Bahia, é autodidata em design gráfico, web design, marketing cultural e artes plásticas. Converge suas pesquisas para as artes visuais e empreendedorismo cultural.

Leave a Reply