Caros leitores,

O ano de 2020 está em sua segunda metade e a arte continua enfrentando com posicionamentos críticos e muita criatividade as circunstâncias impostas pelo Covid19. Nessa edição de primavera, damos prosseguimento ao nosso projeto de destacar reflexões críticas sobre este momento abordando os inúmeros debates e ações que estão se desenvolvendo.

Abrimos a seção Internacional com o texto de Tício Escobar membro da AICA Paraguai que nos fala de seu livro recentemente lançado Aura latente, nele explora a persistência do tema aproximando-o a conceitos utilizados nas culturas indígenas de seu país. Também falando de livro é o artigo de Annateresa Fabris sobre a biografia de Artemisia, artista ícone do feminismo nas artes visuais. Aliás, estes dois artigos nos lembram da polêmica e problemática proposta de taxação dos livros que tanto pode prejudicar a área do conhecimento no Brasil, já bastante fragilizada com o descaso público em relação ao ensino e à pesquisa.

Em termos de pandemia e seus desdobramentos os textos de Lilian Franca sobre o projeto Arte como respiro, assim como o de Marcos Fabris, propondo inspirações para nosso tempo e o de Robson Xavier sobre o ativismo negro na quarentema, abrem novas e diferentes abordagens da atualidade.

Temos, ainda, o texto de Marilia Andrés Ribeiro sobre o coletivo Asa de Papel abrindo reflexões em Belo Horizonte, a análise de Miriam de Carvalho sobre a poética de Walter Miranda e o de Sandra Mackowieky e Luciane Garcez sobre os trânsitos entre o cartão e a tapeçaria. Fechamos esta edição com as homenagens à Mariza Bertolli, escrita por Alecsandra Matias  e à Maurino Araujo, escrita por Carlos Pertkold, além das reflexões de Casar Romero.

Nas Notas, temos três assuntos bem importantes, as informações sobre as eleições de diretoria da AICA Internacional, e da votação do Prêmio ABCA 2019, ambas serão realizadas online pela primeira vez. Temos, também, a chamada para inscrições de comunicações para a Jornada ABCA 2020 – Resistências poéticas: arte, crítica e direitos sociais – que será realizada em novembro, em plataforma digital.

Apesar de termos um ano difícil, a ABCA com o apoio de nossos associados vem desenvolvendo seus projetos, valorizando a prática da crítica de arte e integrando as diferentes regiões do País. Agradecemos a todos pela parceria.

 

Abraços,

Maria Amelia Bulhões
Presidente da ABCA

n° 55 – Ano XVIII – Setembro de 2020 ISSN 2525-2992  →   VOLTAR

Leave a Reply

ÚLTIMAS EDIÇÕES

Translate

English EN Português PT Español ES