n° 48 – Ano XVI – Dezembro de 2018  →   VOLTAR

Caros leitores

No encerramento do ano de 2018, apresentamos em nosso jornal uma série de matérias que apontam, de diferentes formas para questões de memória, um tema que se presta bem para esta época de avaliações e fechamento do ano.

Na seção Internacional, é abordada a memória na narrativa do projeto Private Nostalgia do artista polonês Mani Mehrvarz, oportunizando o contato com uma produção pouco conhecida em nosso meio. Também no plano internacional, temos a apresentação da exposição retrospectiva de Gustav Klimt em Paris.

No panorama nacional, é destacada a grande perda de parte de nossa história da arte com o incêndio do Museu Nacional.  Por outro lado, é resgatado e analisado o ativismo de Mario Pedrosa contra o nazi-fascismo.  E a memória da cidade de São Paulo é revisitada na exposição de fotografias apresentadas no Museu Lasar Segall. O acervo do Museu de Arte Contemporânea da USP é abordado pela ótica da trajetória das obras das bienais de São Paulo que o compõem. E, ainda sobre a 33ª Bienal Internacional de São Paulo, é destacada a presença das mulheres na sua última edição. Temos, também, o relato da criação do Instituto Juarez Machado, para preservar a obra do artista. Assim, o nosso passado artístico é revisitado por diferentes ângulos e caminhos, talvez em busca dos nexos que trazem a este presente complexo que vivemos, e na expectativa da construção de um futuro menos incerto.

Ainda sem fugir ao tema da memória, nesta última edição do ano e de nossa gestão à frente da ABCA, temos a satisfação de apresentar um relato das atividades de nossa diretoria no triênio 2016/2018. Nele damos conta, aos nossos associados e aos demais interessados, do que foi realizado, com muita dedicação e entrega pessoal por parte de todos os que dela participaram.

Apresentamos a nova diretoria, eleita para um novo triênio 2019, 2020 e 2021 agradecemos aos colegas a confiança que nos foi dada, prometendo uma nova gestão com realizações, idealismo e ética.

Desejamos a todos Boas Festas e um 2019 com muita participação, compreensão, colaboração e aceitação das diferenças.

Abraços,
Maria Amelia Bulhões

n° 48 – Ano XVI – Dezembro de 2018  →   VOLTAR

Leave a Reply

ÚLTIMAS EDIÇÕES

Translate

English EN Português PT Español ES