O Programa de Pós-Graduação em Artes/IA/UNESP promoveu juntamente com a AICA a palestra de Niilofur Farrukh – Presidente da AICA Paquistão

"Arte no Paquistão – Sem Paraíso à Vista”

 

O foco da palestra de Niilofur Farrukh foi o surgimento de um novo campo discursivo que aborda a crise ideológica no Paquistão. Isso é, centrado nas vozes moderadas que defendem um Islã pessoal e heterogêneo, em oposição à versão exclusivista e violenta criada por extremistas e adotada, sem questionamento, pela mídia global e transformando um confronto político em um confronto religioso.

Intervenções criadas por artistas e críticos de arte para re-contextualizar o Islã ocorreram num momento especialmente difícil e perigoso, pois, apesar do ambiente repressivo, eles entendem a urgência de subverter a politização e militarização do Islã, com uma narrativa alternativa que representa a maioria dos muçulmanos.

A arte contemporânea em diálogo com o Islã é pessoal, experiencial e ativista ao entrar em um novo território anteriormente aberto apenas para os estudiosos da religião. Isso também transcende os campos de referência histórica que ligava a arte e o Islã e somente através de um formato preciso e sancionado, com pouco espaço para uma interpretação individual. Este trabalho foi ilustrado com obras de artistas do Paquistão que, corajosamente, contribuíram para este discurso.

O evento aconteceu no dia 27 de outubro passado na Sala da Congregação do Instituto de Artes da UNESP, com a coordenação de Lalada Dalglish.

Categoria: Notícias / permalink.