Day

julho 4, 2017
n° 42 – Ano XV – Junho de 2017  →   VOLTAR Artigo Musée du Quai Branly revisita um “velho” tema O que levaria a instituição a apresentar a exposição Picasso Primitif, abordando um tema já conhecido? Luana M. Wedekin – ABCA / SP A relação íntima de Pablo Picasso com as chamadas “artes primitivas” é bem...
Leia mais
n° 42 – Ano XV – Junho de 2017  →   VOLTAR Artigo O binômio azul e vermelho na produção plástica pictorial Existem vários estudos sobre as tonalidades de cores e a harmonia tonal entre as mesmas, que de modo geral passam despercebidas no dia a dia. Por que uma cor é mais utilizada que outra? Antonio...
Leia mais
n° 42 – Ano XV – Junho de 2017  →   VOLTAR Homenagem Fuhro, o biógrafo da solidão – Jacob Klintowitz E no movimento, no gesto de seus personagens, nas ações repetitivas, sempre a solidão, o homem abandonado de tudo, imune ao amor humano e ao amor divino… Jacob Klintowitz – ABCA / SP Henrique Fuhro, série...
Leia mais
Amelinha Córdula, o premiado Raul Córdula e a ex-presidente da ABCA Lisbeth Rebollo Gonçalves (esquerda) O crítico Percival Tirapeli e Daisy Peccinini representando Miriam de Carvalho (direita). Prêmio ABCA no Teatro do SESC Mariana, São Paulo.   SalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvarSalvar SalvarSalvar SalvarSalvar
Leia mais

Sobre Nós

A abca – Associação Brasileira de Críticos de Arte – tem a história de seu surgimento ligada à Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA),  fundada em 1948, em Paris, como uma ONG.

English English Português Português Español Español